116mm
Diâmetro
137Nm
@9,000 rpm
Torque
166.5Kg
Peso seco
197Hp
@10,500 rpm
Potência
Assista ao vídeo
Assista ao vídeo

Formato perfeito

A Supermoto mais empolgante do mercado atual, tudo o que todos os fãs já sonharam.
116 mm de diâmetro, cilindrada de 1285 cc, 197 CV, torque de 137 Nm e peso de 179,5 kg.
Números que falam por si mesmos.

O ápice da tecnologia

Explorando a experiência com competições ao máximo, uma série de sistemas de controle eletrônico avançados foi criada para um motor perfeito e reações do chassi em todas as circunstâncias.

Conheça Alessandro: Testador oficial de Ducati

Os 197 cavalos de potência da nova Panigale deixam seu mercado em Mugello.

Para a Ducati, 2015 inicia com a nova Panigale, uma supermoto caracterizada por componentes top de linha, desempenho eletrizante e design icônico.

Perguntamos a Alessandro Valia – testador oficial da empresa que, anualmente, pilota todos os novos modelos por milhares de quilômetros – que nos desse suas impressões sobre a moto:

“Com a nova Panigale eu esperava uma melhoria no desempenho, mas o resultado final superou minhas expectativas. Não é só uma sensação, mas um resultado concreto. Durante meu primeiro teste na 1299 S no circuito de Mugello, de fato, eu obtive uma melhor volta que me deixou perplexo: 1’55”3! Um tempo realmente incrível para uma moto de produção – com luzes, sinais de mudança de direção e espelhos – que foi possível graças em parte ao poderoso impulso do novo motor Superquadro de 1285 cc com 197 CV e torque monumental.”

Com 116 mm de diâmetro e um curso de 60,8 mm, o Superquadro de 1285 cc da nova Panigale tem uma relação diâmetro/curso de 1.91, única no mundo. No novo Superquadro (que tem esse nome por sua relação diâmetro/curso enorme), graças ao novo sistema de exaustão, a potência foi aumentada para 197 CV em 10.500 rpm, um número de referência para dois cilindros de produto, enquanto o torque foi aumentado para 137 Nm a 9.000 rpm.

“Também foram fundamentais as melhorias na estrutura da moto. O novo ângulo de viragem e outras alterações na geometria produziram benefícios tangíveis, especialmente para curvas de grande raio, tornando a extremidade dianteira mais estável, precisa e eficiente em voltas finais.”

Na nova Panigale o ponto do eixo do braço oscilante foi trocado para otimizar a aderência do pneu traseiro e o ângulo de viragem foi reduzido em meio grau para dar um melhor caráter de viragem e para enfrentar as curvas de forma mais ágil.

“Além disso, graças à nova suspensão Ohlins Smart EC, que também inclui o super útil amortecedor de direção eletrônico, a 1299 passa perfeitamente do máximo desempenho nas pistas para o confortável uso na estrada, fazendo mesmo da viagem de volta a Bolonha um prazer, apesar das estradas acidentadas que caracterizam as passagens de Giogo ou Futa.”

A 1299 Panigale S é equipada com uma exclusiva suspensão Ohlins Smart EC semiativa, que interage com a plataforma inercial Bosch para responder dinamicamente à forma que a moto é conduzida. Seu modo baseado em eventos adapta a suspensão em tempo real para vários eventos de condução. Por exemplo, na frenagem o amortecimento da forquilha dianteira é endurecido e então amaciado conforme a moto acelera.

Assista ao vídeo no YouTube
Assista ao vídeo no YouTube
X